Modas e atitudes que adotei com o tempo

A nossa opinião sobre moda muda muito com o tempo e adoro perceber pequenas mudanças, principalmente quando é fruto de amadurecimento. Mas também não dá para desmerecer ideias que se transformam por causa de uma moda do momento. Por exemplo, estou assistindo The X Files e fico pensando como a Gillian Anderson fica infinitamente mais bonita com roupas mais justas, diferente dos ternos oversized usados pela personagem dela na série. Era coisa da época (a série é de 1993) e não dá pra reclamar, só da para agradecer que a moda evoluiu.

outros conceitos de moda mudam porque nós mudamos. Quem nunca olhou uma foto antiga e se perguntou por que antigamente você usava aquelas roupas horrorosas, né? Ou até um corte de cabelo cafona, hoje em dia superado com êxito. Não vou falar das modas passadas porque a vergonha ainda bate forte, mas vou falar um pouquinho de modas e atitudes que adotei com o tempo que me fez deixam feliz.

// CINTURA ALTA:
Até meus 17 anos não suportava a ideia de usar qualquer peça com cintura alta, deve ser coisa de adolescente. Parei de usar gradualmente, um dia percebi que abandonei muita roupa por causa da cintura baixa. Pode ser só impressão minha, mas me sinto muito mais adulta com uma calça de cós alto.

// PIJAMA É IMPORTANTE: Não sei como minha mãe não me batia por dormir com o uniforme do colégio, juro que ia entender. Hoje acho extremamente anti-higiênico deitar na cama com roupas que você usou fora de casa, eca!

// CALCINHA TEM QUE VESTIR BEM: Comprar lingerie sensual é uma tentação, mas vamos combinar que dificilmente um sutiã e uma calcinha de renda vão ser confortáveis para usar no dia a dia. E honestamente não preciso de um modelo de roupa de baixo ousado para me sentir sensual, homem nem liga pra isso mesmo.

// CALÇA NO COMPRIMENTO CERTO: Devia ser coisa de pré-adolescente usar a barra da calça solta até rasgar de tanto pisar em cima, né? Comecei a dar atenção a esse detalhe depois que comecei a comprar minhas próprias roupas e não queria estragar nada. Agora ou dobro a barra ou mando na costureira, acho bem mais bonito.

// CONFORTO NOS PÉS: Usar sapato desconfortável é um hábito terrível que muita gente tem e já fiz parte desse clube de masoquistas, mas percebi que os calos feitos pelos machucados de sapatilhas duras vão demorar para sumir dos meus tornozelos e não me pareceu uma consequência aceitável. É raro me ver de salto justamente por isso. Nem ligo, prefiro não machucar meus pés.
E vocês? Também já deixaram de lado alguma moda ou atitude que antes gostavam?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...