Besteiras que você pode evitar fazer quando for morar sozinha


A vida não vem com manuais e independente de quantos conselhos nós ouvidos muita coisa só se aprende na marra. Por exemplo, morando sozinha entendi vários comportamentos da minha vó. Ela nunca foi de dar sermão ou se justificar, apesar de adorar dar aquele olhar de "te avisei", mas se eu fosse um pouco mais cabeça aberta teria absorvido desde muito cedo certas artimanhas da vida adulta apenas observando.

Mesmo assim acho que não custa nada tentar dar o recado, né? Pode ser que alguma de vocês não seja teimosa que nem eu era e de fato aproveitem essas dicas.

1. Não compre panelas coloridas: Aquela panela colorida linda e estampada jamais será a mesma depois do primeiro uso. A frustração de nunca conseguir deixá-la bonita de novo vai ser muito maior do que a tristeza de não comprar, juro.

2. Não ignore contratos e manuais: Advinha quem vai começar a ler manual de eletrodoméstico? Isso mesmo, você. Leia tudo com atenção para ter noção do que a garantia cobre. E tenha atenção em dobro quando for assinar contratos, só concorde com o que você entende para evitar furadas.

3. Não economize em material de limpeza: Claro que existem momentos que precisamos conter os gastos, mas a economia não vale a pena se for para comprar os produtos de limpeza mais baratos e ter dificuldade em limpar a casa depois porque não são eficientes. Certos produtos são caros porque funcionam, faz parte.

4. Não compre comida para semana ou para o mês: Principalmente se forem itens perecíveis! Já ouvi falar que para economizar o melhor é dia ao mercado uma vez por semana ou talvez duas vezes ao mês, mas se sigo dessa regra sempre acabo desperdiçando comida. Planejar refeições é difícil, então no início pode ser melhor comprar produtos frescos no dia que for cozinhar.

5. Não priorize a decoração: Quem não sonha em decorar o próprio cantinho? Uma pena que itens de decoração não são nada práticos. São detalhes caros e nessa fase da vida são só mais coisas para limpar, então diminua suas expectativas. Guarde o dinheiro para imprevistos e vá decorando com calma.

6. Não tenha vergonha de pedir ajuda aos seus pais: Porém não fique dependente dessa auxílio. Se você pede para seus pais pagar o seu plano de saúde não vai ter a noção de quanto sua saúde custa. Parece bobo e talvez um pouco extremista, mas é verdade. Assuma suas contas, peça ajuda quando precisar e não somente por ter seus pais como recurso extra.
Foto: Pexels
E claro, é sempre melhor deixar a teimosia de lado porque para ser adultos temos que começar a assumir as consequências de verdade. Mas é tudo muito gostoso, mesmo morrendo de preguiça de cozinhar e improvisando um sanduíche de almoço, a liberdade e os aprendizados compensam.

Alguém aí está planejando morar sozinho? 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...