Hábitos que tenho, mas não deveria

Todo mundo parece ter um pouco masoquista, né? A gente repete comportamentos negativos sem nem entender a razão, mesmo sendo imensamente improdutivo e destrutivo. Fui uma pré-adolescente cheia de problemas causados por mim mesma (quem não?) e depois de amadurecer encontrei uma maneira de me livrar de vários vícios. O primeiro passo é sempre admitir o problema, depois avaliar o quanto aquilo prejudica e fazer uma estratégia pra condicionar meu cérebro a parar de se sabotar. Mas alguns hábitos são imensamente difíceis de trabalhar. Por exemplo, achei muito mais fácil parar de comer besteira do que tentar resolver as coisas que vou falar a seguir.
Deixar tudo para última hora
Talvez o hábito ruim mais praticado por toda humanidade. Tem muita coisa que deixo para última hora porque sei que consigo fazer as pressas sem ter um resultado desleixado. Mas nem tudo são flores e a vida pode trazer imprevistos, tipo ficar doente no meio da semana ou o computador estragar... E o resultado é uma pessoa louca da vida correndo para fazer vinte coisas ao mesmo tempo.
Espiar as redes sociais de gente que eu não gosto
Quando faço isso me irrito tanto, mas tanto que dá vontade de pedir pra alguém me dar um tapa na cara. Já passei horas acessando todas as contas possíveis de gente que não suporto só para me irritar. Pelo menos no Facebook podemos bloquear perfis e dá pra conter o fogo. O blog também consegue me manter ocupada e estou melhorando muito nessa questão, dá um alivio imenso, mesmo assim tenho algumas recaídas.
Tentar cortar meu próprio cabelo
Minha relação com cabeleireiros é complicada, me sinto bem desconfortável e parece que preciso estragar meu cabelo em casa para me convencer a ir a um salão. Aí o corte fica bom, passam meses, o cabelo cresce e decido tentar fazer aquela técnica de jogar o cabelo pra frente e cortar. Obviamente não dá certo, corro para o salão mais próximo e o resto da história se repete, é sempre assim.
Comer até passar mal
Tem vezes que me sinto tão esfomeada quando um gato recém resgatado da rua. Aí como muito além do que deveria, passo mal a tarde inteira e estrago meu dia por causa da preguiça causada pela digestão. Tenho tentado com todas as forças combater essa mania e nesse fim de semana consegui resistir. Mereço parabéns, mas deu tanto. Preciso condicionar meu cérebro a aceitar que posso ficar satisfeita sem comer tudo na mesa.
Também preciso aprender a lavar a louça logo depois de sujar, dormir mais cedo e aprender atender ligações apesar de odiar falar ao telefone. Já consegui deixar de lado aqueles hábitos de autodepreciação relacionados a aparência e aquela vontade imensa de corrigir erros de português, foram minhas maiores conquistas pessoais. Espero experimentar o gostinho de vitória, por isso vim admitir minhas manias para passar pelo primeiro passo de "melhoramento". Quem sabe logo logo posso vir comentar que superei algum item da lista?

E contigo, quais são os seus piores hábitos? O que você faz para melhorar?
Ironicamente no post de hoje todas as fotos do posts são do Pexels, deixei tudo para última hora, surgiram imprevistos e não consegui tirar as fotos que queria. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...