Glitter na comida pode sim

Vocês sabiam que dá pra comer glitter? Eu não fazia ideia! Claro que não é o glitter comum de papelaria, esse é feito de açúcar e é 100% comestível. Não consigo não pensar quando descubro uma maravilha assim porque não sou uma decoradora de festas, é algo que na verdade eu nunca fiz, porém morro de vontade. Esse desejo ficou maior imaginando um evento com comidas brilhantes.

Encontrei vários tipos prontos em lojas, para quem quer precisa aplicar com precisão existe até versão em gel. Meus favoritos são os de coração e em formato de estrela, mas por ser um produto importado a versão industrializada é cara e acaba não compensando tanto a compra se o uso for mais casual.
Fonte: 1 // 2 
Para nossa alegria é bem fácil de reproduzir em casa a versão comum. A receita é a seguinte: 1/4 de açúcar granulado e 1/2 colher de corante alimentício líquido da cor da sua preferência, misture tudo em um pote e transfira para uma forma forrada com papel manteiga e deixe no forno por no máximo 10 minutos com a temperatura a 180º, se deixar mais o açúcar derrete. Depois que secar é só ser feliz purpurinando as comidinhas.
Fonte: 1 // 2 // 3 // 4
Ainda não tentei a versão caseira porque não sei em qual receita aplicar (e fico imaginando a cara do meu namorado vendo um bolo dourado rs), mas ideias que mais gostei foram as usar o glitter comestível em macarons, cake pops e bolos de casamento, mas dá para ser criativo e dar graça até em cubos de gelo.

O que vocês acharam? 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...