Solução para o mau humor

lembranças que fazem a diferença
Estou no antepenúltimo dia de trabalho no bicicletário e durante esse tempo conheci outros funcionários que trabalham por perto, sempre me olhavam quietinha na frente do computador e começavam a puxar conversa. Um deles é o André, garçom de um restaurante refinado. Ele trabalhava com design há dois anos atrás, descobri enquanto estávamos batendo papo sobre qualquer outra coisa e no meio da conversa comentei que sai de uma agência de publicidade para trabalhar com atendimento ao público porque enlouquece menos, ele riu e disse que trabalhou com design também, porém para gráficas. A diferença é que ao falar que você trabalha com publicidade as pessoas acham que você é mais bem sucedido (inclusive o salário de um arte finalista e de um diretor de arte costuma ser o mesmo ou muito semelhante em Curitiba).

Na semana passada comentei com ele que ia ficar ali somente até o fim de abril porque eu ia ser realocada pro escritório pela empresa que fui contratada. Hoje, faltando três dias para o fim do mês, o André apareceu aqui que nem sempre, porém me entregou um chocolate, falou que queria deixar uma lembrança e queria me desejar boa sorte. Mal agradeci e logo em seguida já mudou de assunto, comentou que recebeu uma proposta de emprego bacana, que teria que viajar bastante e estava pensando em comprar um apartamento em Curitiba, mas com essa oportunidade pensou bem e decidiu ter uma casa na cidade que mais gostar.

Dessa vez eu dei mais atenção ao que ele dizia do que o normal. Quis retribuir aquele chocolate de alguma maneira. Foi uma surpresa muito boa, mas realmente não precisava. Mal sei o nome dele (pode nem ser André, minha memória é ruim), nossas conversas duram no máximo 15 minutos e eu duvido que vamos nos encontrar novamente. Mas foi justamente por não haver necessidade e ainda assim receber essa gentileza que fiquei impressionada, interpretei como um ato genuíno de generosidade. E incrível que algo tão bobo gera um efeito muito maior do que parece. Comigo serve como cura, sabe? Acaba anulando completamente algo negativo que eu tenha passado antes, e olha só, até me deu vontade de escrever. São poucos que tem o talento de tirar sorrisos dos outros sem querer nada em troca, principalmente se o outro é um quase estranho. Só sei que faz bem pra alma lembrar que existem pessoas assim. Meu dia terminou bem.

3 comentários:

  1. Que texto lindo! São poucas as pessoas que fazem a gente se sentir bem com pequenos gestos e são poucas as pessoas que dão valor á esses pequenos detalhes. Amei amei ♥
    Ah, adorei saber que também mora em Curitiba *--*

    http://heyimwiththeband.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É tudo de bom né? Mais gente assim na nossa vida, por favor! Nem eu sei se consigo ser assim, mas agradeço por essas gentilezas que a vida dá ♥

      Excluir
  2. Gentilezas assim renovam a nossa fé na humanidade. E nada como um suflair para curar todo ou qualquer mal humor rs!!!
    Beijos

    Blog Querido Deus, obg por me exportar!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...